Você sabe o que é a depressão trocantérica?

cirurgia-para-levantar-o-gluteoA depressão trocantérica é caracterizada por um desnível na parte lateral do bumbum, criando um sulco visível no glúteo feminino. Nesse caso, o preenchimento com polimetilmetacrilato (PMMA) surge como uma alternativa para amenizar esse aspecto desfavorável.

Para as mulheres que possuem essa característica, a utilização de próteses de silicone pode não trazer os resultados esperados. Muitas vezes, a fixação não ocorre de forma simétrica para os dois lados, além da impossibilidade de escolher um local específico para a implantação no próprio glúteo.

Assim como na bioplastia de glúteos, o preenchimento para amenizar a depressão trocantérica é realizado ambulatorialmente e sob anestesia local. O procedimento é feito no próprio consultório, uma vez que não se trata de uma intervenção cirúrgica.

Segundo profissionais que trabalham exclusivamente com a técnica de bioplastia e preenchimento, por meio da bioplastia de glúteos é possível aplicar o produto de acordo com as reais necessidades de cada paciente, trazendo resultados satisfatórios, sem cortes ou cicatrizes.

O procedimento de bioplastia de glúteos traz efeitos definitivos e homogêneos, aspectos procurados por quem realiza algum tratamento estético.

Cris Lopes, a Gata do Flamengo, aderiu à bioplastia de glúteos para tratar da depressão trocantérica

A depressão trocantérica deixa o glúteo aparentemente torto, dependendo da posição. Umas das celebridades que realizaram o procedimento visando solucionar essa característica foi a modelo fotográfica Cris Lopes, que reclamava do formato do seu bumbum. “Eu tinha uma imperfeição no bumbum, comum às pessoas magras, que de acordo com o ângulo, ficava estranho e pequeno e, como não tinha perfil para silicone, pesquisei e me indicaram a bioplastia”, conta Cris.

Essa depressão constitui uma das atuações viáveis de intervenção com a bioplastia de glúteos, onde o objetivo será preencher as laterais glúteas, buscando o formato redondo.

Cris Lopes já conhecia a técnica de bioplastia e preenchimento. A modelo só não sabia da possibilidade de sua utilização no bumbum.

Dentre as possibilidades desse procedimento, Cris se surpreendeu com a praticidade. “A duração foi rápida e nem doeu”. Com isso, o tratamento é ideal para as pessoas que têm a agenda cheia, realidade comum às modelos.

Para mais informações sobre bioplastia de glúteos no Rio de Janeiro acesse o site http://bioplastiariodejaneiro.com.br/