FIAT 500: Um Ícone chega ao Brasil

023

O Fiat 500 é objeto de desejo em qualquer lugar do mundo, e atributos para isso não lhe faltam. É um carro moderno, de design singular, repleto de soluções inteligentes, tecnologicamente avançado, seguro e divertido. Com um detalhe a mais: tem um passado e tanto. O Fiat Cinquecento não é simplesmente um produto de seu tempo. Suas formas bem pensadas contam mais de meio século de história em cada linha.

Desde o seu lançamento, em julho de 2007 ““ exatos cinquenta anos após a estreia do carrinho que se transformaria em mito, o novo Fiat 500 foi acolhido pela crítica e pelo público. Recebeu mais de 40 prêmios, entre eles Car of the Year 2008 na Europa, EuroCarBody 2007, AutoEuropa 2008, 2009 Design Car of the Year em Nova York e City Car of the Year 2009 na Inglaterra e mais uma infinidade de títulos outorgados pela mídia mundial. Se a crítica reagiu extremamente bem ao Fiat 500, o público não ficou atrás. No início da produção, a previsão era de que seriam vendidas 80 mil unidades por ano. Passados dois anos, a marca superou os 400 mil exemplares.

O pequeno hatchback, medindo 3,55 metros de comprimento, provou que tamanho não é documento. Porque, além das belas e originais linhas que chamam a atenção mundo afora, o cliente brasileiro tem um automóvel inovador e completo, com equipamentos normalmente só vistos em modelos de segmentos superiores, como teto solar elétrico Sky Wind, Blue&MeTM e direção elétrica Dual Drive. Tem níveis de segurança que obedecem às normais europeias mais exigentes (ganhou 5 estrelas no EuroNCAP) ““ com sete air bags e diversos dispositivos que auxiliam o motorista a manter o controle direcional em qualquer situação, como o ESP (Electronic Stability Program) mais o Hill Holder.

O cliente tem ainda um motor econômico, limpo e potente que gera 100 cavalos de potência. Tem uma mecânica confiável e apurada, incluindo câmbio Dualogic automático. Tem conforto absoluto. E tem, sobretudo, o prazer de dirigir um automóvel que responde com agilidade e presteza a todos os seus comandos, desejando permanecer o máximo tempo possível ao volante do Fiat 500.

O habitáculo do Fiat 500 resume sua proposta moderna e ergonômica em um design inspirado no antecessor. Vamos começar pelos instrumentos agrupados em um único painel que contém velocímetro, conta-giros e computador de bordo, todos concêntricos e visualizados em conjunto, instantaneamente.

88

Tecnologia aplicada ao conforto e ao prazer

Direção elétrica Dual Drive

Ela substitui a tradicional direção hidráulica, proporcionando uma condução leve e sem esforço, facilitando as manobras. O motorista pode escolher dois modos de direção: em trânsito fluido, o modo Normal é o indicado; já para uma condução mais esportiva, o consumidor poderá utilizar a função Sport.

Blue&MeTM

O cliente Fiat já sabe que este dispositivo é inigualável em termos de comunicação e entretenimento, e que ele pode comandá-lo por voz. Com o Blue&MeTM, o motorista atende telefonemas usando um dispositivo Bluetooth®, ativando o sistema por meio dos botões localizados no volante. Faz, também, chamadas de celular por comando inteligente de voz ““ com a agenda telefônica no carro sempre atualizada ““, e ouve mensagens SMS recebidas. Para escutar arquivos MP3, ele pode usar o CD player do carro ou conectar seu MP3 player ou pen drive à entrada USB.

Teto solar elétrico do tipo Sky Wind

Ele compreende uma lâmina fixa de metal preto na parte da frente ““ criando uma efeito estilístico de continuidade com o pára-brisa ““, e uma móvel, ocupando quase que todo o teto. Essa construção permite modular a luminosidade e a ventilação no habitáculo. Mantendo a parte móvel fechada mas a sua cobertura aberta, há luz. Deixando a cobertura fechada, o teto, por dentro, se assemelha ao de qualquer veículo sem teto solar. Mas, ao apertar o botão, em sete segundos o vidro e a cobertura se abrem, revelando o céu.

Ar-condicionado digital

O avançado sistema de climatização do Fiat 500 é capaz de controlar a temperatura, o fluxo e a distribuição de ar, a atividade do compressor e a recirculação de ar automaticamente. Diversos sensores monitoram a temperatura externa e interna e avaliam a sensação de bem-estar térmico percebida pelos ocupantes ““ uma tarefa complexa que leva em conta a troca de energia entre o corpo humano e o habitáculo, afetada pela umidade, temperatura e pelo fluxo de ar tratado. Todos estes parâmetros são constantemente monitorados para ajustar a distribuição, ventilação e mistura de ar, de tal modo que as condições internas permanecem constantes, não importa o que esteja acontecendo fora do carro. A única coisa que o motorista precisa fazer é escolher a temperatura desejada: o resto fica a cargo do sistema de climatização.

Tecnologia aplicada à segurança

Air bags

O Fiat 500 vendido no Brasil possui sete air bags: dois na frente, dois window bags, dois side bags e um knee bag. Este último, novidade na linha Fiat, evita lesões aos joelhos do motorista em caso de impacto.

ABS

O sistema antitravamento dos freios do Fiat 500 possui quatro sensores ativos, quatro canais, uma central de controle hidráulico e EBD (Electronic Brake Distribution, distribuição eletrônica da força de frenagem). O ABS assegura o menor espaço de frenagem possível, o que permite o controle direcional do veículo em situações de emergência. Já o EBD distribui a força de frenagem entre as rodas dianteiras e traseiras, garantindo uma resposta equilibrada do veículo em qualquer condição.

ESP (Electronic Stability Program)

O sistema eletrônico de estabilidade garante completo controle do carro e entra em ação quando percebe condições que ameacem sua estabilidade. Ele reconhece a perda de aderência das rodas tanto no sentido longitudinal quanto no transversal. Se isso acontecer, o ESP intervém para recuperar a trajetória e a estabilidade. Ele incorpora sensores que medem a velocidade das rodas, a rotação do veículo em torno de seu eixo vertical, a aceleração lateral e o ângulo de direção determinado pelo motorista (o que indica a direção que ele escolheu). O ESP então compara estes dados com os parâmetros processados por um computador e, empregando um complexo modelo matemático, conclui se está havendo perda de controle na dianteira ou na traseira. Se isso estiver de fato ocorrendo, o sistema corrige a trajetória, freia a roda prestes a perder aderência e reduz a potência do motor ““ tudo sem incomodar o motorista.

Hill Holder

O 500 é o primeiro carro Fiat vendido no Brasil equipado com esse dispositivo que auxilia o motorista nas saídas em aclive ou declive. Este sistema é parte integrante do ESP e permite maior facilidade nas arrancadas em subida. Funciona com o motor ligado, o veículo parado, com a primeira marcha ou a marcha à ré engatada e o pedal da embreagem e do freio pressionados. Numa subida o sistema mantem pressionado o freio nas rodas dianteiras por 2 segundos ou até que o pedal do acelerador seja pressionado. Se antes disso o pedal da embreagem for solto, o sistema segura o veículo por 10 segundos ou até que o torque necessário para a arrancada seja atingido. Após esse tempo o sistema desativa-se automaticamente.

ASR (Anti Slip Regulation)

Este sistema de segurança ativa controla a tração do veículo, intervindo automaticamente sempre que verifica patinamento de uma das rodas. O ASR funciona em todas as velocidades e ajusta o torque de acordo com a aderência detectada.

Fonte: www.fiat.com.br