Rio H2K terá batalhas de danças urbanas

A Barra da Tijuca  será palco da sétima edição do RioH2K. O festival internacional promove as danças urbanas e suas múltiplas vertentes de forma ampla e acessível a todos os públicos e idades.

A abertura oficial está marcada para o dia 13, no Teatro Municipal Carlos Gomes, com duas atrações inéditas no Brasil: Lil Buck, jovem dançarino americano de street dance, e Cie Zahrbat, companhia francesa de hip-hop e dança contemporânea. No dia 14, o trio franco-brasileiro formado por Cyrille Brissot, JP Black e Wagner Faria apresenta o projeto multimídia Incandescente 24hLuz, no Teatro Cesgranrio.

De 15 a 18, o Rio H2K ocupa a Cidade das Artes, onde a programação inclui espetáculos, workshops, competições, batalhas de danças, bate-papos e festas.

O Rio H2K tem direção do produtor Miguel Colker. A direção artística é de Bruno Bastos, que divide a curadoria com o francês Guy Darme, ex-diretor da Bienal de Dança de Lyon e da instituição Maison de la Danse.

– Queremos inspirar as pessoas a dançar. É um festival que coloca mais o público para dançar do que para assistir – diz Colker, sem deixar de enfatizar o compromisso que eles têm em incentivar e fomentar a profissionalização das companhias de danças urbanas no país, além de investirem em ações sociais em quatro comunidades do Rio, com aulas regulares, durante o ano.

– Pela primeira vez, vamos patrocinar um grupo amador de street dance com um prêmio de R$ 15 mil, para ser investido na montagem de um espetáculo que será apresentado na edição do ano que vem – adianta o diretor.

Durante seis dias, a cidade recebe importantes coreógrafos e companhias brasileiras e estrangeiras de sete países: Alemanha, Angola, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Inglaterra e República Tcheca. A programação se concentra na Cidade das Artes. No maior complexo cultural da cidade, o Rio H2K ocupa os espaços tradicionais (Grande Sala, foyer superior da Grande Sala, Teatro de Câmera, Sala de Música Eletroacústica, Sala de Dança e Sala 1) e cria três novos ambientes (Praça, Palco Start e Palco Solar) para receber os workshops e as apresentações do Showcase.

Um pouco de história

Desde a sua primeira edição, em 2011, a essência do Rio H2K é a dança urbana e os seus diferentes gêneros, que vão desde os estilos originais que surgiram nos Estados Unidos, entre as décadas de 1960 e 1980 (breaking, hip hop, dance house, locking e popping) até as criações mais recentes (dancehall, krumping, stiletto e videodancing). Em 2014, o festival incorporou com sucesso aulas de sapateado e batalhas de passinho.

– Nesta edição, vamos ampliar ainda mais o leque com novas danças. Teremos professores de afromix, coco de roda, jongo, stepping e zouki -explica Bastos.

– Nós temos uma parceria com o maior dance camp da Europa, o Fair Play Dance Camp, na Polônia. Na última edição, eles fizeram uma promoção e uma dançarina da Espanha ganhou uma bolsa para vir fazer aulas no festival deste ano. Agora, nós faremos essa mesma promoção para levar um brasileiro para participar do Fair Play, em agosto – destaca Bastos.

Serviço

A programação diária e os valores dos ingressos estarão disponíveis no site do festival – www.rioh2k.com.br

→ Saiba toda a agenda da Barra da Tijuca

Fique por dentro de todas as novidades do bairro

Acompanhe os principais destaques da Barra