Rencontres Gastronomiques

Último ciclo do ‘Rencontres Gastronomiques’ da Aliança Francesa
traz delícias da culinária do Pays de la Loire e da Alsace

rencontre-aix

As últimas quatro aulas COM O CHEF DAVID MANSAUD acontecem nos dias
13 e 27 e 22 e 29 de novembro na filial da Barra da Tijuca

As duas regiões escolhidas no último ciclo do “Rencontres Gastronomiques” da Aliança Francesa são ricas em receitas ligadas à realeza e em vinhos exóticos. O Vale do Loire, território banhado pelo oceano Atlântico, rios e canais também é conhecido por sua arquitetura medieval com os seus castelos históricos (o Duques de Anjou é patrimônio cultural), abadias e igrejas. Na gastronomia, seus vinhedos se destacam pela variedade de vinhos doces e secos e espumantes, brancos, tintos e roses. Ostras, mexilhões, anchovas e sardinhas, ao lado de iguarias como as cagouilles (escargots) e o peixe brochet ganham um lugar à mesa. Para a sobremesa, Tarte Tatin – clássica torta de maçã francesa – é a preferida dos visitantes da região.

Já a Alsácia, localizada ao leste da França e na fronteira com Alemanha e Suíça, é famosa por seus pratos tradicionais como o Kougelhopf (um bolo que derrete na boca), bretzel (pão tradicional alemão, em forma de nó, seco e habitualmente muito cozido e salgado), chucrute, Flammekuche (torta flambada), sem esquecer o famoso queijo munster. Para acompanhar, cervejas e vinhos de Alsácia, schnaps (aguardentes).

Chef David Mansaud

O chef David Mansaud explica a importância da região e das receitas escolhidas: “A região do Pays de la Loire está diretamente ligada à história dos maiores reis da França, do século XV ao XVIII e, por isso, é o berço das receitas mais luxuosas do país. Já a Alsace – local que foi alvo de disputa entre a França e a Alemanha – produz os vinhos mais exóticos. As receitas escolhidas, além de bem representativas de cada região, também são muito gostosas e práticas. A ‘tarte tatin’ será feita da maneira tradicional, mas para a ‘flammekueche’, precisei fazer algumas adaptações, pelo próprio gosto dos brasileiros, já que o queijo francês usado originalmente é muito forte e difícil de ser encontrado por aqui. Participar dos ‘Rencontres Gastronomiques’ foi uma ótima experiência pois fiz novos amigos e revisitei a historia de meu país, o que foi uma forma de matar um pouco a saudade”.

As aulas, com cerca de duas horas, acontecem em clima descontraído nos dias 13 e 27 de novembro, às quartas-feiras, das 19h às 21h, e nos dias 22 e 29 de novembro, às sextas-feiras, das 18h às 20h. Ambas na filial da Barra da Tijuca. O nível recomendado para melhor aproveitamento do curso – que acontece inteiramente em francês – é “iniciante”, equivalente ao “A1” (ou seja, aquele que, após cerca de 100 horas de aprendizagem do francês, compreende e utiliza expressões cotidianas e frases simples; apresenta a si e a outros; formula perguntas e respostas básicas sobre aspectos pessoais, como o local onde vive, as pessoas que conhece e as coisas que possui; comunica-se de forma simples com interlocutores; que falem clara e pausadamente).

Cronograma do Curso:
• Quartas-feiras 13/11 e 27/11 – “Pays de Loire et Alsace”
‘Tarte Tatin’ para Pays de Loire e ‘Flammekueche aux saucisses et munster’ para Alsace.

• Sextas-feiras 22/11 e 29/11 – “Pays de Loire et Alsace”
‘Tarte Tatin’ para Pays de Loire e ‘Flammekueche aux saucisses et munster’ para Alsace.

Serviço:
Onde: Aliança Francesa – filial Barra
Endereço: Av. Érico Veríssimo, 805
Telefone: 2492-2660 / 2492-1497
Inscrições: no local até 48 horas antes do inicio do ciclo
Carga Horária: 4 horas
Nível: A1