Red Bull Air Race no Rio de Janeiro

red_bull_air_race_rio_de_janeiro_2007__7

A Red Bull Air Race estará de volta ao Rio de Janeiro em 2010, exactamente três anos após um milhão de espectadores terem enchido as praias para testemunhar o maior evento desportivo de sempre na história do Brasil. O actual campeão, Paul Bonhomme, venceu a corrida na América do Sul em 2007 e agora o craque britânico vai estar a liderar o grupo dos 15 melhores pilotos de corrida do mundo, a 8/9 de Maio na terceira das 8 paragens do campeonato.

O regresso ao Rio vai ser ainda mais especial: este ano o Brasil vai ter o seu primeiro piloto, Adilson Kindlemann. O estreante de Curitiba avançou no rigoroso campo de Qualificações e é o primeiro piloto sul-americano a competir no mais emocionante e rápido desporto motorizado do mundo.

“O Rio é um lugar especial e estamos ansiosos por fazer outra grande corrida aqui este ano,” disse o CEO da Red Bull Air Race, Bernd Loidl. “O milhão de pessoas que assistiram à corrida em 2007 fizeram parte da maior multidão na história da corrida e na história do desporto do Brasil. É um grande feito só por si. Os brasileiros são um público fantástico e apoiante e, tenho a certeza que este ano, com um piloto brasileiro a correr, estarão ainda mais entusiasmados.”

A corrida vai ter lugar sobre a pitoresca Baía do Botafogo, nas imediações da estátua do Cristo Redentor e do “Pão de Açúcar”, nas montanhas do Corcovado. As grandes multidões poderão apreciar a vista para a corrida a partir das varandas dos hotéis situados à beira mar.

Bonhomme venceu o espanhol Alejandro Maclean numa batalha emocionante pela liderança na corrida de 2007, ascendendo assim pela primeira vez ao primeiro lugar na tabela da qualificação geral. Foi um momento especial para o ás britânico – a primeira de três vitórias em 2007 e a segunda das onze vitórias na sua carreira. Foi também o melhor desempenho na carreira de Maclean.

“Voltar ao Rio? É fantástico!” disse Bonhomme. “Voltar às praias e ao sol do Brasil e a uma multidão incrivelmente emotiva. Espero divertir-me tanto como em 2007″ acrescentou.

A etapa do Rio em 2007 foi também importante para o austríaco Hannes Arch, estreante naquele ano que se tornou promissor ao conquistar um quarto lugar logo na sua segunda corrida. Arch venceu o campeonato em 2008. Kindlemann, tri-campeão brasileiro de acrobacias aéreas de 2001 a 2004, foi um dos milhões de rostos que esteve na multidão a assistir à primeira corrida histórica no Rio.

“As vibrações na corrida do Rio em 2007 foram fantásticas” disse Kindlemann, que começou a pensar em ganhar um lugar na competição enquanto assistia a esta corrida. “Estou muito contente por ter conquistado o meu objectivo de entrar na corrida. Sei que é o sonho de milhões de brasileiros verem um compatriota na Red Bull Air Race. Os brasileiros têm uma paixão natural por velocidade” acrescentou, apontando a popularidade no Brasil, tanto da Fórmula 1 como da Red Bull Air Race. “As expectativas em relação a mim são altas.”

Sete dos 15 pilotos do campeonato deste ano já correram no Rio. Pode-se ver um brilho nos olhos dos pilotos quando começam a falar sobre a atmosfera incrível da cidade maravilhosa.

A Red Bull Air Race vai aterrar num total de oito locais em 2010, começando em Abu Dhabi (EAU) a 26/27 de Março, seguida de Perth (Austrália), Rio de Janeiro (Brasil), Windsor (Canadá), Nova Iorque (EUA), EuroSpeedway (Lausitz – Alemanha), Budapeste (Hungria) e Lisboa (Portugal).

Como chegar e horarios