Datafolha: 89% aprovam rapidez do BRT; comodidade desagrada 58%

Ao todo, 13 estações serão atendidas; Aos domingos e feriados, não haverá operação do serviço | Foto: Divulgação

Datafolha mostra que o serviço agrada, mas ainda precisa melhorar | Foto: Divulgação

Rápido, mas desconfortável. É assim que podemos resumir uma nova pesquisa de satisfação feita com os usuários do serviço BRT.

O levantamento foi feito pelo instituto de opiniões Datafolha e mostra que 89% dos passageiros apontam a economia de tempo no deslocamento como a principal vantagem de usar o transporte.



Em contrapartida, 58% dos passageiros mostram que a principal desvantagem do sistema é a falta de comodidade. O levantamento foi feito logo após os Jogos Olímpicos e à pedido da Secretaria Municipal de Transportes.

Este número negativo, no entanto, mostra que houve queda no indicativo. Em 2015, a pesquisa revelou que aproximadamente 70% dos usuários apontaram o problema como ponto negativo do sistema.

A análise deste ano, além do Transoeste e Transcarioca, incluiu também o Lote Zero e o Transolímpica.

Mais detalhes da pesquisa

De acordo com  as informações da Prefeitura do Rio de Janeiro chegar rápido ao destino e não pegar trânsito e engarrafamento foram as respostas mais comuns dadas pelos entrevistados, que, em sua maioria, 76%, usam os corredores para ir ou voltar do trabalho.



Para 58%, o percurso no corredor expresso é feito em até 30 minutos. Em comparação a outras capitais brasileiras, o trajeto de casa para o trabalho fica em torno de 40 minutos.  

A amostra aponta ainda que 81% dos passageiros estão muito satisfeitos ou satisfeitos com o BRT. No último levantamento, em 2015, feito pelo mesmo instituto, esse quantitativo era de 74%. O resultado da pesquisa mostrou também que os usuários da Transolímpica foram os que mais bem avaliaram o sistema, com 88%. No Transcarioca, foi de 84% e no Transoeste, 78%.

Dos passageiros entrevistados, 78% nunca tiveram problemas nas estações ou nos ônibus do BRT.  Daqueles que tiveram algum problema, 22%, a resposta mais comum foi com relação às máquinas de recarga (26%) e, depois, falta de segurança (16%).

Os pesquisadores fizeram 2.777 entrevistas, em 30 estações, entre os dias 31 de outubro e 9 de novembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.



Perfil dos passageiros do BRT na pesquisa

– 30% têm bicicleta

– 67% usam o BRT cinco ou mais dias por semana

– 68% moram na Zona Oeste

Saiba as novidades da Barra da Tijuca

Acompanhe os programas da região

Veja as últimas entrevistas do Barra da Tijuca.com.br