Kiss me, Kate – O Beijo da Megera

Kiss me, Kate – O Beijo da Megera

Foto: Leo Aversa - Crédito obrigatório.

Foto: Leo Aversa – Crédito obrigatório.

A estreia de ‘Kiss me, Kate’ é um marco na trajetória de Charles Möeller & Claudio Botelho. Há exatos 15 anos, eles despontaram para o sucesso com ‘Cole Porter – Ele Nunca Disse que me Amava’ e abriram caminho para todo o renascimento que o teatro musical teve no Brasil desde então. Na época, a montagem de ‘Kiss me, Kate’ – o mais celebrado musical de Porter, vencedor do Prêmio Tony, em 1949 – era um sonho distante, devido a todas as exigências técnicas e artísticas do espetáculo.

Depois de 35 espetáculos e toda uma nova geração de profissionais formada neste intervalo, a dupla finalmente vai mostrar a sua versão para o musical, com pré-estreias a partir de 24 de outubro no Teatro Bradesco com produção da Möeller & Botelho. Em seu retorno aos palcos, José Mayer terá o desafio de viver o protagonista Fred Graham.

‘Não poderíamos fazer sem ele. Este é um projeto muito antigo e só retomamos porque encontramos um ator com todas as características que este complexo protagonista pede. O Zé é um profissional completo’, avalia Charles Möeller, cujo primeiro trabalho com o ator foi no sucesso ‘Um Violinista no Telhado’ (2011), musical que teve todas as sessões com lotação esgotada e deu a Mayer indicações aos principais prêmios do país.

Desta vez, ele retorna em um tipo bem diferente daquele judeu que enfrentava dramas em sua aldeia natal. Fred Graham é o vaidoso e galanteador dono de uma companhia de teatro que segue em turnê com uma montagem de ‘A Megera Domada’, de William Shakespeare.

É o ponto de partida para um divertido passeio pelos bastidores da companhia e pela comédia de erros que se desenvolve dentro e fora de cena. A trama da ficção reflete também a personalidade do quarteto formado por Fred (José Mayer), sua ex-esposa, a diva Lilli Vanessi (Alessandra Verney), a novata Louis Lane (Fabi Bang) e Bill (Guilherme Logullo), que contrai uma dívida de jogo em nome do patrão.

No palco da ficção, Mayer e Verney vivem um dos mais celebrados casais do teatro shakespeareano, Petruchio e Catarina. ‘O metateatro sempre me interessou muito. Temos uma peça dentro da peça e ainda os diálogos de Shakespeare. É uma adaptação muito inteligente’, ressalta Möeller.

Pré-estreias especiais: 24 e 25 de outubro

Temporada de 30 de outubro a 13 de dezembro

Sextas, às 21h30. Sábados, às 21h. Domingos, às 20h.

Teatro Bradesco / Shopping Village Mall

Mais informaçõeshttp://goo.gl/GqaqBX