Últimas semanas do Fuerza Bruta no Metropolitan

unnamed-11

O grupo argentino Fuerza Bruta desembarca no verão carioca | Foto: Divulgação

Após mais de um mês, a turnê de apresentação do grupo argentino Fuerza Bruta está chegando ao fim no Rio de Janeiro. 

Quem ainda não assistiu ao grupo, o prazo é até o dia 19 de fevereiro. Grande sucesso de público e crítica, o espetáculo argentino é apresentado em 360 graus e mistura música, dança, efeitos visuais e muitas acrobacias.

A companhia mantém shows fixos em Buenos Aires, onde o espetáculo foi criado.

 Os ingressos podem ser adquiridos pela internet (www.ticketsforfun.com.br), nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e na bilheteria do Metropolitan.

Sobre o Fuerza Bruta

Sucesso no mundo todo, o grupo já passou por Portugal, Inglaterra, Escócia, Colômbia, Estados Unidos, Alemanha, França, México, Venezuela, Rússia, Porto Rico, Taiwan, Espanha, Bélgica, Uruguai, Grécia, Holanda, China, Coréia do Sul, Chile e Irlanda.

O projeto nasceu em 2003, como um braço da companhia De La Guarda, que fazia algo semelhante. Diqui James, um dos fundadores, e Gaby Kerpel, compositor musical do grupo, se uniram e começaram a formação. Mais tarde, Alejandro Garcia, direção técnica, e Fábio D´Aquila, coordenador geral, ambos ex-integrantes do De La Guarda, se uniram à aposta. Fuerza Bruta se tornou uma realidade e segue tendo a criatividade, inovação e a experimentação como suas prioridades, entregando isso com maestria.

Tudo evoca rapidez e uma animação excitante, como o nosso dia a dia, em meio a uma estética moderna. A performance é assumidamente inspirada em festivais de rua, como o Carnaval. Para James, a motivação maior de tudo isso é ver as pessoas celebrando. Toda essa inserção do público faz com que haja uma transformação na atmosfera do ambiente.

Sucesso na off-Broadway por nove anos seguidos, foi visto por mais de 500.000 pessoas em Nova York.“Não é à toa que a tradução seria ‘Força Bruta’. Felizmente, para os jovens de coração e de corpo, a mostra oferece uma abundância de prazeres teatrais e sensoriais deslumbrantes”, Frank Scheck, crítico do jornal The New York Post.

Curiosidades

– Números grandiosos: Fuerza Bruta já passou por mais de 29 países, 56 cidades, foram feitas mais de 5.800 performances pelo mudo e mais de cinco milhões de espectadores.

– Não há diálogos: Para envolver o espectador e aumentar ainda mais a conexão entre ele e o ator, não existe nenhuma fala. Dessa maneira, a barreira mais importante é quebrada, a do idioma.

– O cantor Usher ficou tão impressionado com o espetáculo que teve a ideia de gravar o videoclipe da música “Scream”, sucesso no Youtube com mais de 34 milhões de visualizações, no show.

→ Saiba toda a agenda da Barra da Tijuca

Fique por dentro de todas as novidades do bairro

Acompanhe os principais destaques da Barra