Daniel Boaventura no Vivo Rio

Depois de comprovar seu talento dramático no teatro e na televisão, Daniel Boaventura abraça definitivamente seu talento como cantor. Em 29 de janeiro, pela primeira vez no palco do Vivo Rio, o cantor traz o show Songs 4 U, no qual canta músicas do primeiro álbum da carreira, que já alcançou a marca de 40 mil cópias vendidas.
Daniel resgata grandes standards americanos em uma viagem por marcantes sucessos internacionais. No repertório releituras de grandes sucessos de Frank Sinatra, Joe Cocker, Barry White, Carly Simon e até de George Michael garantem o entretenimento do público. No show, Daniel vai incluir um set de músicas italianas, incluindo Amore Scusami, Dio Come Ti Amo, Mambo Italiano, entre outras que fazem parte de seu segundo CD , Italiano .
Daniel Boaventura vai ter no palco a companhia de Renato Fonseca no piano, Jurim Moreira na bateria, João Gaspar na guitarra e violão, André Rodrigues no baixo acústico e elétrico, Zé Canuto no saxofone, Aldivas Ayres no trombone e Marcio Andre no trompete. A direção musical do show é do maestro Ricardo Leão .
O divisor de águas em sua carreira profissional se deu em 1993, no musical “Os Cafajestes”. A peça tornou-se sucesso nacional, ficando mais de um ano em cartaz só em São Paulo e resultou no Prêmio Sharp de melhor musical em 1995. A partir dele, recebeu convite para seu primeiro longa-metragem, “Histórias da Bahia”, além de fazer sua estréia na TV, com o personagem Zico, na minissérie “Hilda Furacão”. Em 1999, protagonizou “O Santo de Casa”, com direção de Walter Lima Jr. No ano seguinte, participou da novela “Laços de Família” e estreou “Company”, seu primeiro grande musical. Na sequência, ao lado de Marília Pêra, conquistou o Prêmio Qualidade Brasil, como melhor ator pelo papel de King Marchand no musical “Vitor ou Vitória”. Em 2001, fez seu primeiro protagonista em novelas em “Amor e Ódio”, ao mesmo passo que encenava no teatro o musical “O Grande Dia”, baseado na obra de Nelson Rodrigues.
Daniel Boaventura continuou dando sequência aos musicais. O Gaston de “A Bela e a Fera”, acabou se tornando um dos personagens mais marcantes de sua carreira. Foram dezoito meses em cartaz, nos quais os produtores originais da peça se renderam ao seu talento o considerando o melhor intérprete entre os atores que fizeram o personagem de todos os espetáculos produzidos em mais de 15 países. Em 2003, reafirmou a sua capacidade de exercer vários projetos concomitantes e mesmo gravando a novela “Kubanacan” se preparou para “Chicago” que no ano de sua estréia em 2004 lhe rendeu seu segundo Prêmio Qualidade Brasil, pelo papel de Billy Flynn. Depois, veio a novela “Essas Mulheres”, e em 2005 o espetáculo “Camila a Saga Continua”. Em 2006, Daniel Boaventura ficou conhecido em todos os cantos do país como o Prof. Adriano Lopes da novela “Malhação”, onde permaneceu por 3 temporadas. No mesmo ano a irretocável interpretação de outro professor, o arrogante Henry Higgins de “My Fair Lady” lhe trouxe o terceiro Prêmio Qualidade Brasil.

Informações:
Evento: Daniel Boaventura – Show Songs 4 U
Data: 29/01
Local: Vivo Rio
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 ““ Parque do Flamengo
Ingressos: Camarotes: R$60 a R$120/ Setor Vip R$100/Setor 1 R$80/Setor 2 R$70/Setor 3 R$60/ Frisas R$40
Classificação: 16 anos
Mais informações no site: www.vivorio.com.br